Destaques da final da Copa do Brasil, Diego e Thiago Neves empatam em números

Além da idolatria e esperança depositada pelos torcedores, os jogadores têm em comum os dados na temporada. Os meias de Cruzeiro e Flamengo marcaram o mesmo número de gols em 2017


Diego e Thiago Neves são os responsáveis pela criação de jogadas de Flamengo e Cruzeiro, respectivamente (Foto: GloboEsporte.com)Diego e Thiago Neves são os responsáveis pela criação de jogadas de Flamengo e Cruzeiro, respectivamente (Foto: GloboEsporte.com)

Diego e Thiago Neves são os responsáveis pela criação de jogadas de Flamengo e Cruzeiro, respectivamente (Foto: GloboEsporte.com)

Os torcedores de Cruzeiro e Flamengo esperam dois grandes jogos na final da Copa do Brasil 2017, e, para isso, depositam muita expectativa em Thiago Neves e Diego. Não só por parte da torcida, mas as diretorias dos clubes também estão explorando a imagem dos jogadores quando o assunto é a “Final de Time Grande”. Os dois meio-campistas têm bons números na temporada, inclusive semelhantes, se fizermos uma comparação.

Gol de Diego contra o Botafogo classificou o Flamengo à final da Copa do Brasil

Gol de Diego contra o Botafogo classificou o Flamengo à final da Copa do Brasil

O camisa 35 do Rubro-negro já atuou em 33 jogos este ano. Somando 2.883 minutos em campo, Diego marcou 12 gols e deu sete assistências, participando diretamente de 19% dos gols do Flamengo no ano. Enquanto isso, o camisa 30 do Cruzeiro, em 41 jogos, totalizando 3.336 minutos, balançou as redes também 12 vezes e ainda deu passe para gols em nove oportunidades, participando diretamente de 26% dos gols da Raposa na temporada.

Thiago Neves deu a assistência pro gol de Hudson na segunda partida da semifinal contra o Grêmio.

Thiago Neves deu a assistência pro gol de Hudson na segunda partida da semifinal contra o Grêmio.

O primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil será disputado no Rio, e esse é outro motivo para Diego e Thiago Neves atraírem os holofotes: dos 12 gols que marcou, Diego atuava como mandante em 11 deles. Ou seja, é atuando em casa que o craque sobressai na equipe. Contando também assistências, participou de 23% dos gols do Flamengo quando jogava em casa e de 11% quando visitante.

Evidentemente, por sua vez, Thiago Neves será visitante no jogo de ida e, curiosamente, é nessa condição que seus números são melhores. Ainda que tenha marcado seis gols tanto como mandante quanto com visitante, quando consideradas as assistências, ele participou de 24% dos gols do Cruzeiro quando teve o mando de campo e de 28% quando visitante.

Outro número que os dois se assemelham é o de cartões. O destaque do clube carioca foi advertido com cartão amarelo sete vezes, contra seis cartões da estrela cruzeirense. Mas quando avaliados quantas vezes carregaram adversários com cartões, fica evidente como Diego sofre mais: foram dez cartões amarelos e um vermelho por faltas cometidas no meia do Flamengo contra apenas quatro cartões amarelos por faltas em Thiago Neves.

Confira o total de finalizações dos dois jogadores no Brasileirão
Thiago Neves acertou 53% das finalizações, já Diego, que arrisca menos, acertou o alvo em 39% dos chutes.
Total de finalizações64643434Thiago NevesDiego010203040506070

*Estagiário sob supervisão de Rodrigo Breves

*A equipe do Espião Estatístico é formada por: Caique Andrade, Eduardo de Sousa, Guilherme Maniaudet, Guilherme Marçal, Leandro Silva, Roberto Maleson e Valmir Storti

Errata: o gráfico foi alterado para o número total de finalizações apenas no Campeonato Brasileiro porque o Espião Estatístico não dispõe de todas as finalizações na Copa do Brasil. A matéria foi publicada às 18h40 e corrigida às 21h51.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *